Páginas

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

[UNIEURO] Duas faculdades do DF são reprovadas em avaliação do MEC

Indo contra meu post: "MBA em Teste de Software" na UNIEURO. 

Duas faculdades do DF são reprovadas em avaliação do MEC
Unieuro e Uniplan tiveram notas abaixo da média na avaliação do Ministério da Educação. Agora, elas correm o risco de serem descredenciadas. UnB teve o melhor desempenho.

Alunos de todas as instituições de ensino superior do Brasil foram avaliados. O Índice Geral de Cursos (IGC) é o indicador de qualidade do Ministério da Educação. Quanto mais baixo o IGC, maior a chance de uma universidade ser descredenciada.

Notas 1 e 2 são consideradas insatisfatórias. Nota 3 representa que a média dos cursos oferecidos é razoável. Quatro e cinco são os melhores conceitos que uma instituição pode receber.

Três fatores servem de base para o cálculo do IGC: as visitas do MEC às universidades; o conceito preliminar de cada curso da instituição, onde são avaliadas a carga horária, a infra-estrutura e a qualificação dos professores; e ainda o desempenho dos alunos no Enade.

Aqui no DF, a Unieuro e a Uniplan foram reprovadas. Pelo terceiro ano consecutivo, esses centros universitários tiveram nota 2 no IGC.

Isso significa que, assim como outras 13 instituições de ensino superior no país, Unieuro e Uniplan estão, a partir de agora, impedidas de abrir novos cursos ou aumentar o número de vagas. Pelo menos até que uma comissão do MEC decida o que fazer.

“Toda ação regulatória que restringe a atuação das instituições tem como único fundamento a preservação do direito dos estudantes e da sociedade de ter assegurada uma formação adequada”, destaca o ministro Fernando Haddad.

A maioria das instituições do DF recebeu nota 3, sendo consideradas medianas. Apenas a Universidade de Brasília alcançou nota 4. “Vamos verificar que algumas escolas que tiveram nota 5 têm um curso, dois cursos. Enquanto a UnB tem 103 cursos de graduação. Então, a complexidade do cálculo faz a variação”, acredita o reitor da Universidade de Brasília, José Geraldo de Sousa Junior.

A produção da TV Globo tentou contato com as duas faculdades do DF que tiveram notas abaixo da média, mas ninguém foi encontrado.

Alessandra de Castro / Wendel de Queiroz / Ronaldo Gonçalo

FONTE: http://dftv.globo.com/Jornalismo/DFTV/0,,MUL1641766-10039,00.html

2 comentários:

Mateus disse...

Fiz a matricula neste curso.
Estou preocupado agora.
O que devo fazer? Cancelo?

Dilza Batista disse...

Isso é uma vergonha para nosso país em vez deles se preocuparem com a qualidade de ensino,estão mais preocupados em encher os bolsos de dinheiro. As faculdades estão expandindo é o valor da mensalidade continua vultosa.O mec deveria ser mais rigoroso no critério do vestibular onde pessoas mal sabem ler e escrever são aprovadas!